Como preparamos nossos filhos para o trabalho?


Dia Internacional do Trabalho

Como você fala sobre trabalho com seu filho?

Dia 01 de Maio comemora-se internacionalmente o dia do trabalho. O que é mais interessante é a alegria presente na data, não pelo trabalho, mas sim pelo dia de folga. Paradoxalmente tudo o que as pessoas querem neste dia é não trabalhar. A origem da palavra trabalho possui alguns significados, dentre eles: tortura, vergonha, castigo, prisão símbolos que remetem a experiências ruins.

No sistema capitalista o trabalho é a promessa de que as desigualdades seriam diminuídas e que cada um de nós receberia aquilo que merece. Diante disso em pleno século XXI, 50% da riqueza do mundo está nas mãos de 2% da população, os outros 98% da população sobrevivem ainda em escalas desiguais com os outros 50% de recursos. Aos poucos percebe-se que a meritocracia não existe e a fé no trabalho vai se transformando.

O trabalho mesmo assim ainda é a forma com que as pessoas transformam às suas vidas e a vida de outras pessoas. Assim como em outros aspectos da vida o desequilíbrio da relação com o trabalho, adoece a sociedade e pode impedir as pessoas de fazerem outras escolhas, de viverem suas vidas de modo mais feliz. A depressão está presente em mais de 300 milhões de pessoas em todo mundo de acordo com a OMS ( Organização Mundial de Saúde) 2018, e o trabalho apresenta-se como um dos principais motivos que fazem crescer esses números.

Nunca se falou tanto de trabalho com propósito, de formas de trabalho e de posicionamentos transformadores para que as pessoas possam obter mais qualidade de vida. O fato é que o trabalho é nossa herança social e que determinou uma forma de se viver. Fundamentalmente somos preparados para o trabalho, e essa é uma competência experimentada através de alguns exemplos presentes em nosso meio social, dentre eles um dos mais significativos, pais e mães.

Diante desses fatores...Como preparar as crianças para o trabalho? Segundo Cortella (2017) é necessário desconstruir a ideia de castigo, de tortura, de coisas ruins. O trabalho pode ser bom, desde que seja encarado dessa forma. Trabalhar significativamente não significa ter um emprego, mas transformar a sociedade, isso envolve valores, educação e novos olhares sobre nossos papéis. É claro que tudo isso fica mais fácil se o adulto tiver uma relação saudável com o próprio trabalho. Atente-se a maneira de como fala com seus filhos sobre esse assunto. Estou indo para…”aquele inferno”, “que saco...tenho que trabalhar”.

Dizer que trabalhar é importante, que pode ser bom e principalmente que existem novas e diferentes formas de se trabalhar, pode ser um ótimo exercício para que nossos filhos comemorem a data de hoje, não pelo o dia de folga, mas pelo poder transformador de realizar, de conquistar, de fazer a diferença no mundo, por ser feliz com o próprio trabalho.

Aproveite e deixe aqui seu comentário. De que modo seus pais afetaram sua forma de viver o trabalho? Como você prepara seus filhos e sobrinhos para o trabalho?

3 visualizações

Sônia Portes Psicóloga e escritora da Coleção - O Mundo de Tina