Duas formas de ensinar o seu filho a pedir desculpas

Ele falou de maneira grosseira com outra criança. Você... o adulto da história se constrange, e pede para seu filho se desculpar. Ele respira fundo, fecha a expressão e não pede desculpas. Você insiste...e entre os dentes, com a voz baixa, quase sem força ele diz...

- Desculpa...


Ele não se sente preparado, ainda está no calor da raiva. O que fazer?

Quando for possível, diga. O que você fez é errado, foi desrespeitoso, me chateou. Quando vc estiver pronto, vou esperar o seu pedido de desculpas.


Essa é uma fala importante, que respeita o momento da criança. Ela precisa de um tempo para elaborar a raiva, e até compreender o que aconteceu. Obrigar a criança a pedir desculpas, pode gerar ainda mais tensão, e não alcançar o resultado esperado.


Quando estiver em local público e seu filho não estiver pronto para pedir desculpas, você pode pedir por ele. O adulto é o responsável pela criança e isso pode resolver esse constrangimento.


Conte aqui uma situação em que você não sabia o que fazer.





Sônia Portes Psicóloga e escritora da Coleção - O Mundo de Tina